Cidades Polícia Política Entretenimento Esportes Últimas
Tecnologia
Juiz manda Twitter notificar demitidos sobre processos pendentes
PUBLICADO POR: REDAçãO 3 - 15/12/2022 - 15:19

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

O Twitter deve notificar trabalhadores que foram demitidos após compra por Elon Musk sobre uma proposta de ação coletiva que acusa a empresa de não dar aviso prévio adequado antes da rescisão, decidiu um juiz federal de São Francisco.

O juiz distrital James Donato disse que, antes de pedir aos trabalhadores que assinem acordos de rescisão renunciando à capacidade de processar a empresa, o Twitter deve fornecer a eles "um aviso sucinto e claro" do processo aberto mês passado.

O Twitter demitiu cerca de 3,7 mil funcionários no início de novembro em uma medida de corte de custos de Musk. Outras centenas se demitiram posteriormente.

O processo diz que o Twitter não deu o aviso de 60 dias exigido pelas leis federais e da Califórnia antes de se envolver em demissões em massa. O Twitter negou irregularidades.

Donato disse na decisão que pedir aos trabalhadores que desistam das ações legais contra a empresa sem informá-los sobre o processo seria enganoso.

O Twitter concordou em não buscar dispensas de trabalhadores demitidos até a decisão de Donato.

Shannon Liss-Riordan, advogada dos demandantes, chamou a decisão de "uma etapa básica, mas importante, que dará aos funcionários a oportunidade de entender melhor seus direitos, em vez de apenas assiná-los".

O Twitter não respondeu a um pedido de comentário.

A empresa argumentou que o aviso era desnecessário porque a maioria de seus funcionários havia assinado acordos exigindo que eles apresentassem disputas legais em arbitragem e renunciassem à capacidade de ingressar em ações coletivas contra a empresa.

Donato deverá realizar uma audiência no próximo mês sobre a moção do Twitter para enviar o caso à arbitragem. Os demandantes alteraram sua reclamação este mês para adicionar trabalhadores que disseram nunca ter assinado acordos de arbitragem.

O Twitter enfrenta três outras ações coletivas propostas no mesmo tribunal sobre as demissões. Os processos acusam a empresa de não notificar os trabalhadores contratados antes de demiti-los e de discriminar mulheres e funcionários com deficiência. A empresa não respondeu a essas reivindicações.

Liss-Riordan, que está envolvida em todos os processos, disse que poderá apresentar reivindicações trabalhistas adicionais contra o Twitter, inclusive se a empresa negar indenizações aos demitidos. Ela também disse que defenderá os trabalhadores se Musk seguir adiante com ameaça de processá-los por vazamento de informações confidenciais para a imprensa.


Acompanhe o Portalozk.com nas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/portalozk/
Facebook: https://twitter.com/portalozk
Twitter: https://twitter.com/portalozk

Veja mais!

E-mail: portalozk1@gmail.com
Telefone: (22) 99877-3138


HOME ANUNCIE CONOSCO
© 2004-2023 Portalozk.com Desenvolvido por Jean Moraes