Cidades Polícia Política Entretenimento Esportes Últimas
Saúde
NF-Transplantes realiza a primeira captação de órgãos do ano no HFM, em Campos
A captação beneficiará três receptores, que estavam aguardando na fila estadual à espera de órgão para transplante
PUBLICADO POR: REDAçãO 3 - 07/01/2023 - 18:39

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Programa Estadual de Transplante (PET) e o NF-Transplantes, realizou mais uma captação de órgãos, a primeira do ano. O procedimento aconteceu nesta sexta-feira (6), no Hospital Ferreira Machado (HFM), quando foram retirados fígado e rins do paciente J.M.P.S., de 32 anos, residente em Praça João Pessoa, em São Francisco de Itabapoana. Ele foi vítima de Traumatismo Crânio Encefálico (TCE) grave, em um acidente de trânsito. A autorização foi referendada pelo pai, irmã e prima do doador.

A captação beneficiará três receptores, que estavam aguardando na fila estadual à espera de um órgão para transplante.

“Começamos o ano já com uma captação. A família, mesmo com toda dor da perda, ainda encontrou dentro de si forças para fazer esse ato de generosidade. A gente continua trabalhando para alcançar mais e mais o nosso objetivo, que é salvar vidas, mas sempre com ética e respeito, por isso temos uma preocupação muito grande em humanizar e capacitar nossa equipe”, informou o psicólogo Luis Cosmelli, integrante da equipe do NF-Transplantes.

AUMENTO DE CAPTAÇÃO 

Em 2022, o programa contabilizou um total de 13 doações de múltiplos órgãos, superando os números do ano anterior (2021), quando foram registradas 9 doações, ou seja, 44,5% a mais, se comparado a 2021.

As doações efetivadas em 2022 possibilitaram que fossem realizados 13 transplantes de córnea; 12 de fígado; 8 de rins; duas peles; dois ossos e dois tendões, beneficiando 36 pessoas. Já em 2021, foram nove doações, que ajudaram a salvar a vida de 32 pessoas, que receberam 10 córneas, 6 fígados e 16 rins.

O Norte Fluminense Transplante é pioneiro nas ações e procedimentos pró-transplantes no interior do estado do Rio de Janeiro, junto ao Programa Rio Transplantes. Para doar, a pessoa deve autorizar, ainda em vida, e anunciar a decisão aos seus familiares ou por autorização da própria família.

DOADOR

 Pode ser doador qualquer pessoa que venha a morrer por morte encefálica. Apenas algumas doenças, como alguns tipos de câncer e o HIV, impedem a doação. Para doar tecidos, além da morte encefálica, o doador pode ter tido parada cardíaca.


Acompanhe o Portalozk.com nas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/portalozk/
Facebook: https://twitter.com/portalozk
Twitter: https://twitter.com/portalozk

Veja mais!

E-mail: portalozk1@gmail.com
Telefone: (22) 99877-3138


HOME ANUNCIE CONOSCO
© 2004-2023 Portalozk.com Desenvolvido por Jean Moraes