Segunda-feira, 18 de outubro de 2021 FALE-CONOSCO ANUNCIE AQUI
Saúde
CCZ de Campos ultrapassa marca de 50 mil cães e gatos imunizados contra raiva
Notícias > Saúde > CCZ de Campos ultrapassa marca de 50 mil cães e gatos imunizados contra raiva
Leonardo Ferreira / Portalozk.com 27 de setembro de 2021 às 19h23
Compartilhe essa notícia Whatsapp

O Centro de Controle de Zoonose (CCZ) ultrapassou os 50 mil animais vacinados contra a raiva canina e felina. A marca foi alcançada no sábado (25), após serem imunizados 23.551 cães e gatos no Dia D de Vacinação Antirrábica, que ocorreu simultaneamente em 55 postos. Quem ainda não levou seu bichinho de estimação para ser vacinado, pode se dirigir à sede do órgão, no bairro Pecuária, e garantir a proteção do animal.

“Fiquei muito satisfeito com o resultado da vacinação do Dia D. Foi maravilhoso”, declarou o diretor do CCZ, Carlos Morales, que contou com a ajuda de órgãos da municipalidade e da iniciativa privada para garantir a logística de vacinação, inclusive alimentação das equipes que atuaram na vacinação.

A vacina é a única maneira de prevenir a raiva. Para possibilitar a vacinação do maior número possível de animais, CCZ está elaborando levantamento de bairros e distritos que ainda não foram contemplados com a vacinação para que o atendimento seja realizado por uma equipe volante. Enquanto isso, a população pode levar o animal na sede do CCZ, na Avenida Presidente Vargas, nº 132, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

“A vacina está disponível para cães e gatos diariamente na sede do CCZ. Não há nenhum tipo de burocracia, é só chegar e vacinar”, afirma Morales.

A população de cães e gatos (machos e fêmeas) é de aproximadamente 100 mil pets. De janeiro até sábado (25) foram vacinados 50.177 animais, sendo 23.551 no Dia D e outros 26.626 através da vacinação volante por meio do programa “CCZ Mais Perto de Você" e na sede do órgão.

Para receber a vacina antirrábica, o animal a partir dos quatro meses de vida precisa estar sadio. O cão deve estar devidamente com a guia e coleira e, em caso de animal bravo, deve-se adotar a focinheira. Os gatos precisam ser conduzidos em caixas específicas para evitar fugas. “O animal deve ser levado para vacinar sempre por um adulto e em segurança”, completou o diretor.

A vacina antirrábica protege contra a raiva e evita a transmissão da doença aos seres humanos, que pode ser contaminado por meio da mordida ou saliva do animal. A doença pode afetar o sistema nervoso central e evoluir para óbito.

Mais notícias
É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos a penas previstas por lei. O Portal OZK não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias ou novidades. Portal OZK - 2015 - 2021 Todos direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Desenvolvido por Jean Moraes