Cidades Polícia Política Entretenimento Esportes Últimas
Saúde
Campos avança para Fase Branca e faz alerta importante sobre Poliomielite
Durante o encontro virtual foram apresentados dados mundiais e locais, gráficos sobre evolução da pandemia da Covid-19, como internações clínicas e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), protocolo.
PUBLICADO POR: LEONARDO FERREIRA - 13/09/2022 - 09:55

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Campos avançou para a Fase Branca, ou seja, Nível I do Plano de Retomada das Atividades Econômicas e Sociais. A decisão foi anunciada durante a 34ª Reunião do Gabinete de Crise e Combate à Covid-19 e Outras Doenças Emergentes e Reemergentes realizada na segunda-feira (12), ocasião em que foi discutido o atual cenário epidemiológico para doenças como as transmitidas pelo coronavírus, monkeypox e poliovírus. Este último transmissor da Poliomielite, que já teve o primeiro caso registrado esse ano nos Estados Unidos da América (EUA) e com decretação de emergência de saúde pública em Nova York.

Durante o encontro virtual foram apresentados dados mundiais e locais, gráficos sobre evolução da pandemia da Covid-19, como internações clínicas e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), protocolo, além das medidas implementadas pela municipalidade que permitiram chegar a atual fase, como as restrições, vigilância genômica, testagem em massa, ampliação de leitos, algoritmo de previsão (cruzamento de dados que apontava o estágio da pandemia na semana seguinte) e a estratégia de vacinação.

“No cálculo do Estado, que tem como base dados populacionais do IBGE, coloca que já temos cobertura vacinal para Covid-19 de 87% com a primeira dose e 84% de segunda dose. Importante destacar que no caso das crianças já passamos de 60% de primeira dose e 40% de segunda dose e isso nos deixa muito felizes. Queremos chegar a 70% das crianças vacinadas”, disse o responsável técnico pelo Departamento de Vigilância em Saúde, Charbell Kury. A taxa de positividade caiu de 19% na última semana de julho para 10% em agosto, mesma média nacional.

Ainda segundo o especialista, Campos registrou duas ondas da Covid-19 em 2022, sendo uma em janeiro e outra em maio, a partir da entrada da variante ômicron e suas subvariantes: BA.1, BA.2, BA.4 e BA.5. “São subvariantes menos letais, porém mais transmissíveis, deixando o cenário mais endêmico. Entretanto, nos chama a atenção que o perfil de acometidos pela doença mudou. São pessoas idosas, com comorbidades e vulnerabilidades clínicas necessitando de internação, principalmente em UTI”, alerta Charbell, exemplificando o caso de dois pacientes idosos internados no Hospital São José, um de 85 anos com apenas duas doses da vacina e outro de 78 anos sem registro de vacina.

“A vacina salvou tantas vidas e permite que hoje estejamos na fase branca da pandemia. Em algumas reuniões anteriores já chamávamos atenção que os pacientes internados eram aqueles com comorbidades, com imunodeficiência de algum nível e que não tinham a imunização completa, ou seja, que não tomaram a segunda, terceira, a quarta e, muitas das vezes, nenhuma dose da vacina. Isso é um desleixo muito grande, é brincar com a saúde, brincar com a possibilidade, pois são pessoas que estão vulneráveis e com certeza serão acometidos pela doença, podendo não resistir”, completou o secretário o secretário Municipal de Saúde, Paulo Hirano.

RECONHECIMENTO — Ao abrir a reunião e elencar as medidas adotadas pelo município para enfrentamento da pandemia, Paulo Hirano mencionou os 1.867 mortos pela Covid-19, entre os quais estão profissionais da saúde homenageados no Sete de Setembro. “Foram 25 trabalhadores da saúde que nos deixaram na nobre missão de salvar outras vidas. Queremos homenagear também a todas as outras vidas que se foram, familiares que perderam seus entes queridos. Total de 1.867 pessoas que deixaram o convívio aqui na terra”, disse o secretário, ressaltando que todo o trabalho foi fundamental, seja de forma direta ou indiretamente.

ALERTA IMPORTANTE — Sem registro de Poliomielite desde 1993, os EUA tiveram o primeiro caso confirmado este ano. A presença do poliovírus em esgoto no Brasil, como o identificado no aeroporto de São Paulo, preocupa as autoridades em saúde. Para evitar a reintrodução da doença no país, a campanha de imunização foi prorrogada até 30 de setembro. “No Brasil, a cobertura da campanha foi apenas de 34% e, por isso, foi prorrogada. Nós estamos totalmente vulneráveis à chegada da Poliomielite e ela vai chegar se continuarmos assim”, disparou Charbell.

“Com esse nível de vacinação baixíssimo, as crianças estão vulneráveis, o vírus está voltando a circular. Então com a globalização em que as pessoas saem de um canto do mundo para o outro rapidamente, essa transmissibilidade vai acontecer, como foi com a Covid-19. Faço um apelo aos pais para que levem suas crianças abaixo de cinco anos para que façam a vacinação contra a Poliomielite, para que a gente possa manter nossos pequenos protegidos e não levá-los a uma vida de sacrifícios, que pode ser evitada com a imunização”, disse Hirano.

Já a doença monkeypox contabiliza 5 casos confirmados, sendo um óbito, em Campos. Outros 12 casos foram descartados.

A reunião durou quase uma hora e contou com a participação do subprocurador geral e integrante do Grupo Intersecretarial de Coordenação Estratégica, Judicial e Extrajudicial da Saúde (GICEJES), Gabriel Rangel, o assessor chefe do Gabinete do vice-prefeito, Marcelo Freire, a assessora chefe da Vigilância Sanitária, Vera Cardoso de Melo, a defensora pública Natália Carneiro, além de representantes de vários seguimentos da sociedade civil organizada.

A Covid-19 ainda é uma doença que preocupa as autoridades, logo, o município manterá a testagem em massa, assim como a vacinação diária nos polos e nas escolas através do Programa Saúde na Escola (PSE). Quanto às medidas, estas serão atualizadas por meio de decreto municipal a ser publicado ainda hoje.


Acompanhe o Portalozk.com nas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/portalozk/
Facebook: https://twitter.com/portalozk
Twitter: https://twitter.com/portalozk

Veja mais!

E-mail: portalozk1@gmail.com
Telefone: (22) 99877-3138


HOME ANUNCIE CONOSCO
© 2004-2022 Portalozk.com Desenvolvido por Jean Moraes