Cidades Polícia Política Entretenimento Esportes Últimas

Morre o Senhor Elço Ferreira, de São João da Barra

Educação
Transporte universitário, uniforme, reformas, professores e mais: secretária de Educação de São João da Barra prestou informações ao Legislativo
PUBLICADO POR: LEONARDO FERREIRA - 25/05/2022 - 10:54

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

A Câmara de São João da Barra recebeu, na sessão de terça-feira (24), a secretária Municipal de Educação, Angélica Rodrigues, que assumiu a pasta há dois meses. Ela foi convocada pela Casa para prestar esclarecimentos sobre problemas ligados ao retorno das aulas presenciais no município, conforme reivindicações recebidas pelos vereadores por parte de pais de alunos, universitários e profissionais da Educação. Vários desses assuntos já foram tratados em sessões anteriores por meio de requerimentos e indicações dos edis. 

Um dos primeiros a falar foi o vereador Franquis Arêas, que abordou vários pontos. Um deles foi a reclamação de falta de vagas nas escolas - fato também levantado por Alan Barreto. A secretária disse desconhecer esse problema nas escolas da rede. Ressaltou que, de 2019 para 2022 houve um aumento de 900 alunos e que existe sim, uma fila de espera, mas para creches. “Inclusive, estamos com proposta de ampliação de creches”, disse.

Falta de uniforme – Segundo ela, a secretaria tinha uma reserva de uniformes de 2019, que já foi distribuída para esses novos alunos e, no momento, está havendo um processo em andamento para aquisição de novos uniformes, que costumam chegar para o desfile no aniversário da cidade (17 de junho). Alguns vereadores discordaram, alegando que o correto seria chegar para o primeiro dia de aula.

Computadores - Ao ser indagada acerca de uma compra de computadores no valor de R$ 2 milhões, ela explicou que trata-se de 500 computadores, que irão para 38 escolas e dois anexos e, no momento, está sendo feita a manutenção da rede de internet para a montagem do laboratório de informática.

Reformas – Os edis têm recebido reclamação de unidades precisando de reformas. Segundo ela, de 38 escolas, 32 já passaram por reparo e manutenção. No momento, estão em processo de licitação as escolas: Elisio de Magalhães, Domingos Fernandes da Costa e Dionélia Gonçalves. “A gente também tem a pretensão de construir uma nova escola até o fim de 2022 e de fazer a ampliação das creches Marcos Medeiros e Evanir José Gaia”, disse, acrescentando que a Secretaria de Obras está fazendo orçamento para a reforma das quadras.

IDEB - Franquis e Carlos Machado da Silva (Kaká) perguntaram o que a pasta fará para melhorar a nota no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Ela explicou que existe uma defasagem pedagógica de dois anos por causa da pandemia e, além de o município ter implantado um portal pedagógico e dado um caderno pedagógico impresso a cada aluno, está sendo criado um convênio com a UERJ para a montagem de oficinas de reforço escolar.

Transporte universitário - Analiel Vianna relatou que há 18 universitários do 5º Distrito que estudam em Campos e que não estão sendo contemplados com o transporte universitário. Disse, inclusive, que já entregou à secretária, a lista com os nomes e as localidades em que moram. “Desde que o senhor me mandou essa demanda eu estou olhando. É uma situação pontual e já estamos resolvendo”, disse. Ele também avisou, na sessão, que o transporte não atende os alunos do IFF Guarus – problema que a gestora disse não saber até então.

Professores - Analiel leu, ainda, uma carta enviada por professores com relatos diversos, como: compartilhamento de escolas da rede com o Estado, ônibus escolares comprados pelo município, auxílio transporte mensal de apenas R$ 100,00, cargos ainda não equiparados ao piso nacional. Outro ponto foi a carência de mediadores nas salas de aula para auxiliar os alunos portadores de necessidades especiais, que estão em casa sem poder estudar. Segundo Angélica, existe um processo seletivo vigente e a convocação dos profissionais será feita até o dia 10. Segundo ela, a impossibilidade de se contratar por meio de RPA e a grande quantidade de professores que requisitam licença médica nos últimos meses dificultaram bastante o fluxo de trabalho. 

Ao ser perguntada pela vereadora Joice Pedra sobre as ações de valorização dos profissionais e os cuidados aos alunos durante a pandemia, a secretária citou o portal pedagógico e a doação de tablets aos alunos. Quanto aos educadores, informou que o Executivo enviou ao Legislativo, um projeto de lei de equiparação salarial ao piso nacional de três categorias: professor II 22 horas, professor II 30 horas e secretário de escola. A Câmara vai apreciar a matéria dentro dos próximos dias.

Auxiliar de creche - O presidente da Casa, Elisio Rodrigues, lembrou do problema da diferença salarial existente na categoria de auxiliar de creche e entregou à secretária, cópia de duas indicações aprovadas pela Casa nos anos de 2019 e 2022, salientando que a categoria vem buscando voz no parlamento e alega não ter resposta por parte da Prefeitura. “Acredito que esse é um problema que a gente vai conseguir resolver logo porque o trabalho do auxiliar de creche é importantíssimo e vamos lutar por isso”, disse a secretária.

O parlamentar Alan Barreto destacou que realmente a pandemia afetou o mundo todo, mas o povo tem cobrado bastante dos vereadores e os questionamentos são sempre visando o melhor para o povo. Ele contou que também recebeu reclamação de falta de merendas – problema que a secretária disse desconhecer na atual gestão.

Sugestões – Os parlamentares também deram sugestões. Uma delas, feita por Elisio, foi a criação de um fundo municipal para que as bolsas universitárias sejam autossustentáveis. “Os alunos precisam ter uma garantia de que vão ter a bolsa até a conclusão de seus cursos. E poderia haver, ainda, bolsa para pós-graduação”, disse o presidente. Já o vereador Kaká lembrou que seria oportuno ter um polo do Cederj em São João da Barra. Angélica informou que já está em contato com o Governo do Estado para colocar o projeto em prática.

Líder de governo, o vereador Chico da Quixaba parabenizou a secretária e sua equipe e disse que “dificuldades todos nós temos, e que a Educação é tudo”. A vereadora Joice salientou a responsabilidade que os pais também precisam ter na educação dos filhos. Junior Monteiro e Sônia Pereira parabenizaram a gestora. Por fim, Elisio agradeceu a secretária por ter aceito o convite. “Muito importante e esclarecedor esse feedback e que a gente possa continuar nessa parceria”.


Acompanhe o Portalozk.com nas redes sociais:

Instagram: https://www.instagram.com/portalozk/
Facebook: https://twitter.com/portalozk
Twitter: https://twitter.com/portalozk

Veja mais!

E-mail: portalozk1@gmail.com
Telefone: (22) 99877-3138


HOME ANUNCIE CONOSCO
© 2004-2022 Portalozk.com Desenvolvido por Jean Moraes