Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021 FALE-CONOSCO ANUNCIE AQUI
Comunidade
Iniciado o processo para o Casamento Comunitário em São João da Barra
Notícias > Comunidade > Iniciado o processo para o Casamento Comunitário em São João da Barra
Leonardo Ferreira / Portalozk.com 13 de janeiro de 2021 às 18h31
Compartilhe essa notícia Whatsapp

Teve início na última terça-feira (12) a entrega de documentos dos participantes do Casamento Comunitário em São João da Barra. A ação, promovida pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, juntamente com o cartório parceiro, proporciona gratuidade no processo civil a 16 casais, todos cadastrados no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), sendo seis de Atafona, que também atende a sede, cinco de Sabonete, três de Grussaí e dois do Açu. 

 - O critério exigido pelo cartório parceiro foi que todos os participantes fossem realmente pessoas que vivessem em vulnerabilidade social. Por isso, somente casais assistidos por nossas assistentes sociais foram indicados; não houve inscrições para a população em geral - explicou a assessora do Departamento de Direitos Humanos, Keila Cristina Lima.

Os casais participarão de um curso de noivos on-line para orientações dos procedimentos da cerimônia, dicas de fortalecimento dos vínculos familiares e hábitos que ajudam a manter a família unida. A agenda proposta é que os inscritos pelos Cras de Sabonete e Açu tenham a cerimônia no mês de maio e os casais dos Cras de Atafona e Grussaí em junho.

A assistida do Cras do Açu, Rosiene da Silva, 37 anos, e seu marido Daniel Roberto, 39 anos, vivem juntos há 14 anos e tem dois filhos. “Sempre sonhamos em casar, mas não tínhamos condições financeiras. Quando vi a matéria corri e contei para ele. No dia seguinte já pedimos a indicação à nossa assistente social.” 

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos desenvolve varias estratégias para que as famílias cumpram bem o seu papel. A secretária Angélica Rodrigues da Silva afirma que as famílias precisam ser apoiadas e fortalecidas. “Promover a oficialização da união desses casais torna a estrutura familiar mais completa e respeitável diante da sociedade”.

Mais notícias
É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos a penas previstas por lei. O Portal OZK não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias ou novidades. Portal OZK - 2015 - 2018 Todos direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Desenvolvido por Jean Moraes