Sexta-feira, 15 de novembro de 2019 FALE-CONOSCO ANUNCIE AQUI

Filho da prefeita Carla Machado, de São João da Barra, morre durante grave acidente em Campos

URGENTE
Esportes
Vasco dispara contra arbitragem após derrota contra o Palmeiras (SP) em São Januário
Alexandre Campello e Luxemburgo vêem equipe prejudica pela atuação de Traci
Notícias > Esportes > Vasco dispara contra arbitragem após derrota contra o Palmeiras (SP) em São Januário
Isis Rodrigues / Portalozk.com 07 de novembro de 2019 às 11h57
Compartilhe essa notícia Whatsapp

O Vasco foi derrotado pelo Palmeiras (SP) por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (6), em São Januário, e o tema que dominou o pós jogo na Colina Histórica novamente foi a arbitragem. O time Cruz-Maltino se sentiu prejudicado com a atuação do árbitro Rafael Traci e o presidente Alexandre Campello e o técnico Vanderlei Luxemburgo não pouparam críticas às decisões tomadas por ele e também pelo VAR no confronto do Brasileirão.

 

As reclamações se baseiam em duas decisões do comandante do jogo contra o Vasco. A primeira delas, na avaliação vascaína, a não marcação de falta no segundo gol palmeirense, do atacante Luiz Adriano. A segunda a expulsão de Leandro Castán, que segundo relatado na súmula, teria xingado o árbitro.

 

- Jogador do Palmeiras entrando no meio da costela do Henríquez e ele expulsa o Castan. Esse juiz já tinha tido o mesmo problema com ele (Castan) no jogo contra o Avaí. Sem que o Castan tivesse xingado, ele já expulsa o Castan. Isso só para falar do jogo de hoje. Eu gostaria muito de ouvir o que a cabine do VAR conversou com o juiz hoje. É inadmissível a forma como o Vasco tem sido tratado e prejudicado - disse Campello, que ainda apontou quando o Vasco se sentiu prejudicado.

 

- Contra o Corinthians, tivemos um gol do nosso zagueiro Werley anulado e um gol semelhante contra o Ceará validado. Contra o Palmeiras, foi dado um pênalti do Castan com mão na bola na área e numa jogada exatamente igual contra o CSA o VAR não tem condição de avaliar se foi dentro ou fora, quando todo mundo viu que foi dentro. Se querem que o campeonato fique competitivo até o fim, tudo bem, mas prejudicar o Vasco contra o Palmeias é inadmissível - completou o presidente - afirmou o mandatário vascaíno.

 

Luxemburgo fala em prejuízo na tabela

 

A realidade é que o Vasco estacionou na tabela de classificação do Brasileirão, com 39 pontos. O perigo de queda não é tão alto, mas ainda assim o time está no meio termo na tabela. Luxemburgo associa não só o rendimento em campo pela situação, mas também pelo fato de ter sido prejudicado pelas arbitragens, como citou o presidente.

 

- Estamos sendo prejudicados em muitas coisas. Quantos pontos nós perdemos... Estaríamos pelo menos na zona de Libertadores. O Gaciba é um cara correto, está tentando melhorar a arbitragem. Mas eu não aguento mais ser prejudicado da forma como tem sido.

 

Na sequência da competição o Vasco encara o CSA (AL), fora de casa, às 19h, do domingo, dia 10 de novembro. 

 

*Fonte: FutRio

Mais notícias
É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos a penas previstas por lei. O Portal OZK não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias ou novidades. Portal OZK - 2015 - 2018 Todos direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Desenvolvido por Jean Moraes