Segunda-feira, 03 de agosto de 2020 FALE-CONOSCO ANUNCIE AQUI
Entretenimento
Thammy Miranda sobre ataques a campanha de Dia dos Pais: 'Pra mim, não está doendo'
Notícias > Entretenimento > Thammy Miranda sobre ataques a campanha de Dia dos Pais: 'Pra mim, não está doendo'
Isis Rodrigues / Portalozk.com 29 de julho de 2020 às 20h48
Compartilhe essa notícia Whatsapp
Atualizado em 30 de julho de 2020 às 08h17

 

Thammy Miranda se pronunciou na noite desta quarta-feira (29) sobre a repercussão que sua participação na campanha de Dia dos Pais da Natura está gerando desde o fim de semana. O pai de Bento disse, em vídeo publicado em seu Instagram, que tem consciência do que está sendo dito, mas que não leu nenhum comentário negativo sobre:

— Eu, de verdade, não estou sofrendo com tudo isso porque não li nem unzinho comentário negativo. Então, pra mim, não está doendo. Eu sei de tudo o que está acontecendo e tenho consciência da dor que eu sentiria caso eu estivesse buscando o que vocês estão falando, porém não me permiti sentir. Você, que está perdendo seu tempo tentando agredir a mim e a meu filho, não está conseguindo. Você está agredindo outras pessoas. Se o seu foco é me agredir, não está dando êxito. Porque eu não li e não vou ler.

Thammy ressaltou que ele não é o único famoso convidado a representar a marca. E sugeriu que os descontentes procurem outros pais em quem se espelhar:

 By Clever Advertising

— A gente está falando nessa campanha da Natura que tanto está dando alvoroço sobre representatividade. Em primeiro lugar, eu não fui contratado sozinho pra fazer a campanha de Dia dos Pais. Outros foram contratados junto comigo. Fogaça, Babu, João, Pedro, Paulo... E, se eu não te represento, ok, existem outros que representam. A gente está falando sobre a liberdade de representar. O Babu pode te representar, o Fogaça, o Mário... quem quer que seja. Agora, existe um nicho que eu represento, e vocês precisam respeitar esse nicho. Eles se sentem representados por mim.

Thammy voltou a frisar sobre a necessidade de se respeitar as diferenças:

— Você, homem, que não se sente representado por mim, não era pra eu representar você mesmo. Era pra eu representar o nicho que se sente como eu. O foco é respeitar e ser respeitado. Coisa que passa longe de vocês.

E citou a pandemia do coronavírus como uma lição para a evolução da humanidade:

— Eu fico muito triste, de verdade, com o quanto o ser humano ainda precisa crescer. O quanto a gente vai ter que passar por catástrofes e pandemias pra evoluir. Eu sou temente a Deus e O imagino lá de cima olhando tudo isso e dizendo: "Onde foi que eu errei?". Tipo o pai educando o seu filho, sabe? Mesmo doendo, o filho tem que ficar de castigo. É triste, por vocês. Não porque eu me ache melhor ou pior do que ninguém. Só sou o pai que eu tive e que gostaria que todos os filhos tivessem. Atencioso, carinhoso, preocupado, que cuida, ensina, dá a vida pelo seu filho.

 

*Fonte: Extra

Mais notícias
É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos a penas previstas por lei. O Portal OZK não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias ou novidades. Portal OZK - 2015 - 2018 Todos direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Desenvolvido por Jean Moraes