Segunda-feira, 30 de novembro de 2020 FALE-CONOSCO ANUNCIE AQUI
Entretenimento
Filha caçula de Belo é presa acusada de participar de golpes eletrônicos
Notícias > Entretenimento > Filha caçula de Belo é presa acusada de participar de golpes eletrônicos
Thamiris Moreira / Portalozk.com 12 de novembro de 2020 às 09h13
Compartilhe essa notícia Whatsapp
Atualizado em 12 de novembro de 2020 às 09h13

A filha caçula de Belo, Isadora Alkimin Vieira, de 21 anos, foi presa nesta quarta-feira (11) por policiais da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), do Rio. Ela e mais 11 mulheres são acusadas de participarem de uma organização criminosa especializada em golpes eletrônicos.

O cantor ficou surpreso com a prisão da filha, de 21 anos, e estudante de Odontologia. "Estou surpreso e arrasado com tudo isso. Eu não sabia de absolutamente nada, falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado nesse momento".

A investigação em cima deste grupo já vinha sendo realizada há um tempo. A quadrilha induzia as vítimas a repassar dados bancários e entregar cartões de crédito a motoboys. De acordo com os agentes, a estimativa é que a organização lucrava entre R$ 600 mil a R$ 1 milhão por mês.

Os policiais também apreenderam 11 notebooks, nove máquinas de cartão, 50 cartões de créditos, aparelhos de telefone celular e outros materiais utilizados no crime. As investigações indicam que as mulheres são ligadas a traficantes de drogas da maior facção criminosa e que atua no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio. *Jornal O Dia

Mais notícias
É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos a penas previstas por lei. O Portal OZK não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias ou novidades. Portal OZK - 2015 - 2018 Todos direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Desenvolvido por Jean Moraes