Segunda-feira, 30 de novembro de 2020 FALE-CONOSCO ANUNCIE AQUI
Entretenimento
Escolas de samba do RJ indicam julho para realização de desfiles
Notícias > Entretenimento > Escolas de samba do RJ indicam julho para realização de desfiles
Thamiris Moreira / Portalozk.com 17 de novembro de 2020 às 08h15
Compartilhe essa notícia Whatsapp

Em nova rodada de debates sobre o carnaval 2021, as escolas de samba do Grupo Especial concordaram com a proposta de transferir o os desfiles para a primeira quinzena de julho. Segundo o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, o martelo ainda não foi batido e depende da disponibilização de uma vacina contra a Covid-19. Mas as agremiações já podem começar a se preparar.

— A ideia é ter um desfile competitivo no mês de julho. A possibilidade que está se desenhando é que seja nos dias 10 e 11. Confirmamos a possibilidade de as escolas buscarem patrocínio e começarem a se preparar e todas elas estão dispostas — afirmou Castanheira.

Ainda de acordo com o presidente da Liesa, a questão sanitária ainda é uma prioridade e especialistas estão participando da tomada de decisão sobre a nova data.

— Estamos ouvindo a Fiocruz, a UFRJ e trabalhando com base nas informações que estamos obtendo. A intenção é nos anteciparmos e pensarmos desde agora na possibilidade de realizar o desfile, mas tendo a vacina e um calendário de imunização — garante.

A tendência é que a escolha da data seja acertada em conjunto com outras cidades que também tiveram seus carnavais adiados, como São Paulo e Salvador. Para isso, o que a Liesa espera é que um projeto de lei seja aprovado na esfera federal, criando um feriado entre 8 e 11 de julho.

Escolhas de samba-enredo virtuais
Na última plenária da Liesa, na semana passada, a entidade e os presidentes das escolas já haviam sinalizado postivamente à realização do carnaval entre maio e julho, dependendo da possibilidade de haver a vacina. Na ocasião, em convesa com a reportagem, Jorge Castanheira comentou que a data do evento no Sambódromo, contudo, não interferiria no projeto de lives para escolhas dos sambas-enredo, nos meses de janeiro e fevereiro. 

— São coisas independentes. O projeto das lives está encaminhando, mas necessita de liberação de verba pela Lei Aldir Blanc. Será R$ 120 mil para cada escola. Mesmo se em 2021 tivermos um formato diferente de desfile, os sambas-enredo escolhidos podem ficar para 2022 — explicou o presidente da Liga. *Jornal O Globo

Mais notícias
É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos a penas previstas por lei. O Portal OZK não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias ou novidades. Portal OZK - 2015 - 2018 Todos direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Desenvolvido por Jean Moraes