Quarta-feira, 11 de dezembro de 2019 FALE-CONOSCO ANUNCIE AQUI
Economia
Governo confirma salário mínimo de 2020
De acordo com o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), divulgado nesta semana, o governo reduziu para R$1.031 a previsão do salário mínimo para 2020
Notícias > Economia > Governo confirma salário mínimo de 2020
Isis Rodrigues / Portalozk.com 02 de dezembro de 2019 às 10h53
Compartilhe essa notícia Whatsapp

De acordo com o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), o governo reduziu para R$1.031 a previsão do salário mínimo para 2020. Em agosto, no projeto inicial, a estimativa era de R$ 1.039. Sendo assim, houve uma redução de R$8,00 no valor previsto no segundo semestre deste ano.

A alteração no valor do salário mínimo ocorreu porque a estimativa para a inflação passou de 4% para 3,5%. Para definir o reajuste, o governo leva em conta o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O valor inclui apenas a correção pela inflação, mas não tem ganho real em relação ao salário mínimo deste ano, no valor de R$998, ou seja, apenas mantém o mesmo nível de antes, considerando a alta do custo de vida.

O governo confirma redução na projeção de inflação tem “impacto no valor do salário mínimo e consequentemente em benefícios sociais”. Isso porque alguns desses benefícios levam em conta o valor do mínimo, como o reajuste das aposentadorias, por exemplo.

Veja: Bolsonaro: Trabalho aos domingos deve criar meio milhão de novos empregos

Governo previu, inicialmente, R$1.040

Essa não foi a primeira vez que o governo reduziu a previsão do salário mínimo para 2020.

No mês de abril, o governo enviou ao Congresso o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias com a previsão do piso nacional de R$ 1.040.

Em outubro, os parlamentares aprovaram o texto com esse valor. No entanto, o governo já havia enviado o Ploa ao Congresso prevendo o mínimo de R$ 1.039, redução causada pela previsão de inflação menor, também.

Alteração feita por Bolsonaro

A proposta de salário mínimo foi feita pela equipe econômica do governo Bolsonaro. Ela representa uma alteração em relação ao modelo de reajuste do mínimo adotado por lei a partir de 2007.

Ele determinava que a revisão do salário mínimo levasse em conta o resultado do PIB de dois anos antes mais a inflação do ano anterior, medida pelo INPC. A regra, na prática, garantia o ganho real do mínimo sempre que houvesse crescimento da economia. O prazo de vigência da regra venceu no dia 1º de janeiro de 2019.

 

*Fonte: Agência Brasil

Mais notícias
É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos a penas previstas por lei. O Portal OZK não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias ou novidades. Portal OZK - 2015 - 2018 Todos direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Desenvolvido por Jean Moraes