Sexta-feira, 15 de novembro de 2019 FALE-CONOSCO ANUNCIE AQUI

Filho da prefeita Carla Machado, de São João da Barra, morre durante grave acidente em Campos

URGENTE
Cidades
Água do Paraíba do Sul coletada para análise em São João da Barra
Objetivo é atestar se a água na área do Pontal de Atafona é apropriada
Notícias > Cidades > Água do Paraíba do Sul coletada para análise em São João da Barra
Isis Rodrigues / Portalozk.com 08 de novembro de 2019 às 09h17
Compartilhe essa notícia Whatsapp

 

Uma equipe do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) esteve no Pontal de Atafona na tarde desta quarta-feira, 6, para a primeira de uma série de cinco coletas de água que serão feitas no Rio Paraíba do Sul para atestar a balneabilidade na região. A primeira coleta foi feita em quatro pontos: três na área da antiga foz e uma próximo da Igreja de Nossa Senhora da Penha. Conforme determina a legislação, as amostras serão colhidas mais quatro vezes, uma vez por semana. Só então será emitido um laudo que vai atestar se a água é apropriada para banho. A análise do Inea foi solicitada pela secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos.

A foz do Rio Paraíba do Sul em São João da Barra está fechada há duas semanas. Uma faixa de areia une o Pontal à Ilha da Convivência e a água doce agora se encontra com o mar pela margem esquerda da ilha, em São Francisco de Itabapoana. Desde que a geografia local mudou a Prefeitura tem adotado medidas pra preservar o local e manter a segurança da população. Muitos sanjoanenses e turistas têm frequentado a área nestes dias de calor intenso. Órgãos municipais atuam na orientação e fiscalização do tráfego ilegal de veículos, controle de acessos, limpeza e também está escalando salva-vidas para toda a área. 

Segundo o técnico ambiental Ronaldo Poly, chefe de Serviços, Informações e Monitoramento da superintendência regional do Inea, as próximas coletas serão nos dias 12 e 18 de novembro. As outras duas ainda não têm data confirmada, mas o intervalo é de uma semana. “Só depois de feitas todas as coletas é que um laudo é emitido”, explicou Ronaldo. “Provavelmente há coliformes fecais, como há em praticamente toda a extensão do Rio Paraíba do Sul, e o que a análise vai dizer se está em níveis recomendados para os banhistas”.

O pedido da análise foi feita na véspera, terça-feira, ao novo superintendente regional do Inea, Frederico de Almeida, que recebeu na sede da unidade, em Campos, a secretaria municipal de Meio Ambiente, Joice Pedra. É a primeira que a água do Paraíba do Sul é analisada pelo Inea para atestar balneabilidade. O órgão faz quinzenalmente testes de balneabilidade nas praias de Grussaí, Chapéu de Sol, Atafona e lagoa de Grussaí.

 

*Fonte: Ascom

Mais notícias
É proibido o uso ou publicação deste conteúdo sem a devida autorização. Os infratores ficarão sujeitos a penas previstas por lei. O Portal OZK não envia mensagens de e-mail sobre promoções, notícias ou novidades. Portal OZK - 2015 - 2018 Todos direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Desenvolvido por Jean Moraes