X
São João da Barra/RJ, 22 de Abril de 2018
São João da Barra/RJ, 22 de Abril de 2018
fb.com/portalozk.com.br | instagram.com/portalozk | twitter.com/portalozk | Fale Conosco

Tecnologia
11 de Janeiro de 2018 ?s 19h17
Globo resgata cinco humorísticos clássicos para atender demanda no Globo Play
Postado por: Leonardo Ferreira
titulo da notícia

Desde a última segunda-feira (08), os assinantes da plataforma Globo Play passaram a ter acesso a humorísticos clássicos da emissora.

“Toma Lá da Cá” (2007), “Os Normais” (2001), “A Diarista” (2004) e a versão clássica da “Escolinha do Professor Raimundo” (1990) já estão disponíveis no serviço. A ação faz parte de uma estratégia da Globo para atingir um público consumidor de produtos mais curtos. Nesta sexta (12), começam a ser disponibilizados episódios de “Os Trapalhões” veiculados em 1988 e 1989.

Os programas serão disponibilizados todas as semanas, a partir do meio-dia. A Globo comenta que é “crescente” a demanda por vídeos “mais curtos, para serem consumidos em momentos de diversão e intervalos como a hora do almoço”.

A previsão é que o projeto se estenda até o final deste ano.

O “Toma Lá Da Cá” ficará nas segundas, “Os Normais” às terças, “A Diarista” em dia de quarta, com episódios da primeira e segunda temporadas de cada, respectivamente. Às quintas, a “Escolinha” de Chico Anysio contará com programas de 1990. Por fim, “Os Trapalhões” entra nas sextas, com edições veiculadas em 1988 e 1989.

Por ora, não há previsão de outras novidades, como novelas clássicas ou edições históricas de telejornais, na íntegra, para a plataforma.

Investimento
Nos últimos meses, a emissora passou a intensificar a oferta de produtos do acervo. A minissérie “Anos Rebeldes” (1992), de Gilberto Braga, está na íntegra em seus 20 capítulos. Os contos do Minotauro, exibidos na primeira versão do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, em 1977, também entraram no cardápio online.

Chama a atenção que a imagem destes produtos, em SD, não foram adaptadas, mantendo seu aspecto original. Diferente do que acontece na veiculação em TV aberta, que a emissora opta por aplicar um zoom, ampliando a imagem - como ocorre com o Vale a Pena Ver de Novo, Sai de Baixo e alguns filmes - ou adicionando barras coloridas - como acontece no Vídeo Show.

Os humorísticos
O "Toma Lá Dá Cá", por sua vez, surgiu como especial de final de ano em 2005. Tornou-se fixo na grade apenas em agosto de 2007, tendo três temporadas e 92 episódios. Substituiu "A Diarista" nas noites de terça-feira, contando com Miguel Falabella (Mario Jorge), Adirana Esteves (Celinha), Marisa Orth (Rita) e Diogo Vilela (Arnaldo) no elenco principal. Bordões como o "Prefiro não comentar", de Copélia (Arlete Salles) e o "Lá em Pato Branco..." de Bozena (Alessandra Maestrini) caíram no gosto popular.

Como uma das poucas séries que fizeram sucesso nas noites de sexta-feira, "Os Normais" foi transmitida entre 2001 e 2003. Com apenas três temporadas e 71 episódios, o seriado protagonizado por Luiz Fernando Guimarães (Rui) e Fernanda Torres (Vani) tem pedido de volta dos fãs até hoje e rendeu dois filmes.

"A Diarista" tem Cláudia Rodrigues vivendo a doméstica Marinete, que se envolve em diversas confusões onde trabalha. Fez dobradinha com o "Casseta & Planeta" nas noites de terça-feira entre 2004 e 2007. Foram 123 episódios em quatro temporadas e chegou a ser cogitada para reprise em canal aberto na extinta "Sessão Comédia", em 2016.

A "Escolinha do Professor Raimundo" surgiu em agosto de 1990 como programa independente, após ser quadro fixo do "Chico City" nos anos 1970, e do "Chico Anysio Show", em 1982. Chico Anysio, no papel do professor, comandava uma sala de aula cheia de tipos cômicos como Cacilda (Cláudia Jimenez), Seu Peru (Orlando Drummond) e Rolando Lero (Rogério Cardoso). Durante anos foi veiculada nos fins de tarde, na faixa em que hoje é transmitida a "Malhação".

"Os Trapalhões" marcou época na TV brasileira, com o quarteto formado por Didi (Renato Aragão), Dedé (Dedé Santana), Mussum e Zacarias. Sempre exibido aos domingos, antes do "Fantástico", ficou no ar durante 18 anos initerruptos, de 1977 até 1995. Entre 1995 e 2000, virou produto-coringa da emissora, sendo reprisado exaustivamente em inúmeros horários, pela manhã. Às vezes entrando de 8h, depois do "Bom Dia Brasil", e outras de 11h50, antecedendo os telejornais locais.

Todos os direitos reservados | 2004 - 2016 | Grupo OZK V.A.F. Comunicação e Publicidade | CNPJ 14.775.883/0001-16 | Criando por Leonardo Ferreira | Desenvolvido por Jean Moraes