X
São João da Barra/RJ, 15 de Dezembro de 2017
São João da Barra/RJ, 15 de Dezembro de 2017
fb.com/portalozk.com.br | instagram.com/portalozk | twitter.com/portalozk | Fale Conosco

Polícia
06 de Dezembro de 2017 ?s 11h10
Rogério 157, chefe do tráfico na Rocinha, é preso em favela do RJ
Chefe do tráfico da Rocinha foi achado em casa no Arará, por policiais, em operação das polícias e das Forças Armadas. Criminoso mais procurado do RJ é responsável por gu
Postado por: Leonardo Ferreira
titulo da notícia

O traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, foi preso pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (6). O criminoso é o chefe do tráfico na favela da Rocinha, Zona Sul do Rio, e foi o responsável pelo início de uma guerra sangrenta na comunidade, em setembro.

Rogério 157 era o bandido mais procurados do Rio de Janeiro, com recompensa estipulada em R$ 50 mil. Ele foi preso na comunidade do Arará, na Zona Norte do Rio, e levado para a Cidade da Polícia, no Jacarezinho, onde presta depoimento. Na chegada à delegacia, questionado se esperava ser preso, respondeu apenas que "não".

O traficante foi capturado por policiais da 12ª DP (Copabacana) e da 13ª DP (Ipanema), que vasculhavam o local para cumprir mandados de prisão. Segundo informações obtidas pela TV Globo, a polícia não sabia que Rogério 157 estava no Arará.

De acordo com os agentes, ele foi encontrado em uma cama, debaixo de um cobertor, em uma casa simples. Dois seguranças que faziam a proteção dele estavam na laje da casa e fugiram.

"Quando a polícia chegou, disse que era primo da moradora e que se chamava Marcelo de Souza Silva", disse um dos policiais que efetuou a prisão.

Segundo investigadores, nos últimos meses, após a guerra na Rocinha, o criminoso rondava favelas controladas pelo Comando Vermelho, sem permanecer muito tempo em nenhuma comunidade, para despistar a polícia.

Segundo o Disque Denúncia, desde o início do ano foram recebidas 434 denúncias contendo informações sobre o traficante Rogério 157 durante operação que ocorre nas imediações da comunidade da Mangueira. Ele era procurado por tráfico, associação para o tráfico de drogas, extorsão e homicídio.

Imagens de policiais ao lado de Rogério 157, instantes após sua prisão, foram viralizadas nas redes sociais. Nas fotos, eles aparecem posando para a fotografia ou até mesmo tirando selfies, sorridentes. Em uma delas, o próprio traficante aparece algemado e sorrindo.

O traficante foi localizado durante uma megaoperação das polícias Civil, Militar e Federal, da Força Nacional e das Forças Armadas nas comunidades da Mangueira, Tuiuti, Arará, Mandela 1, Mandela 2 e Barreira do Vasco.

No total, 2,9 mil homens das Forças Armadas participaram da ação. Os militares são responsáveis pelo cerco das comunidades e pela retirada de barricadas. Na ação, agentes do Batalhão de Ações com Cães (BAC) apreenderam uma grande quantidade de drogas na comunidade do Mandela.

Logo após a prisão de Rogério 157, segundo informações do Bom Dia Brasil, começou um intenso tiroteio na Favela da Rocinha. G1.

Todos os direitos reservados | 2004 - 2016 | Grupo OZK V.A.F. Comunicação e Publicidade | CNPJ 14.775.883/0001-16 | Criando por Leonardo Ferreira | Desenvolvido por Jean Moraes