X
São João da Barra/RJ, 16 de Julho de 2018
São João da Barra/RJ, 16 de Julho de 2018
fb.com/portalozk.com.br | instagram.com/portalozk | twitter.com/portalozk | Fale Conosco

Comunidade
10 de Janeiro de 2018 ?s 11h48
Praia do Farol tem novas datas de solturas de tartarugas marinhas, durante o verão
Porto do Açu programa 09 ações abertas ao público, em parceria com o Tamar e as prefeituras de Campos e São João da Barra.
Postado por: Leonardo Ferreira
titulo da notícia

Depois do sucesso da soltura de tartarugas realizada na orla do Farol, no último sábado, o Porto do Açu, o projeto Tamar e a prefeitura de Campos programaram novas datas para a atividade junto ao público. Todas as solturas acontecerão em frente ao estande da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Ambiental. A próxima está marcada para sexta-feira, às 17h. É a primeira vez que a praia campista recebe uma programação de solturas de filhotes, durante o verão, a exemplo do que acontece em São João da Barra pelo segundo ano consecutivo. Somando as atividades dos dois municípios, serão 9 as solturas abertas à comunidade. O objetivo da iniciativa é conscientizar a população sobre a importância da preservação ambiental.

Durante as solturas, o Porto do Açu ainda tem a oportunidade de apresentar à população o Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas, realizado pelo empreendimento desde 2008. Diariamente, técnicos percorrem 62 km de praia, registrando qualquer ocorrência relativa às tartarugas. O monitoramento abrange desde o Pontal de Atafona, em São João da Barra, até Barra do Furado, em Campos dos Goytacazes. Durante o período reprodutivo, que vai de setembro a março, a equipe localiza, identifica e acompanha os ninhos de tartarugas até o nascimento dos filhotes.

Para o coordenador de Meio Ambiente do Porto do Açu, Daniel Nascimento, mostrar a rotina do Programa à comunidade é fundamental para o trabalho de conscientização surtir efeito. “O período de desovas de tartarugas é justamente no verão, quando as praias ficam repletas de banhistas. Por isso, estamos muito satisfeitos em poder nos aproximar da população e, com isso, levar informação e conhecimento. A ideia é estimular a todos para que contribuam com a preservação ambiental”, afirmou.

Desde o início da atual temporada reprodutiva, o Programa registrou o nascimento de cerca de 11 mil filhotes. Na temporada passada, o número total de filhotes chegou a 87 mil.

O Programa de Monitoramento de Tartarugas Marinhas atende a diretrizes técnicas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) – Tamar e do Instituto Estadual do Ambiente (INEA).

 

Todos os direitos reservados | 2004 - 2016 | Grupo OZK V.A.F. Comunicação e Publicidade | CNPJ 14.775.883/0001-16 | Criando por Leonardo Ferreira | Desenvolvido por Jean Moraes